quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Teoria do centesimo macaco

Era uma vez…

Em 1952, na ilha de Koshima, um grupo de cientistas observava os macacos japoneses "macaca fuscata".

Davam-lhes batatas adocicadas que atiravam na areia. Os macacos gostavam do sabor das batatas mas não gostavam da areia.

Um dia Imo, uma macaca de 18 meses começou a lavar a sua batata no riacho e gostou. Ensinou o truque aos amigos… e cada um ensinou o truque à respectiva mãe.

Diante dos olhos dos cientistas, esta inovação cultural foi gradualmente passada para vários macacos e em 1958, já todos os jovens macacos lavavam as batatas. Apenas os adultos que imitaram suas crianças aprenderam esta melhoria social, pois os outros continuaram a comer batatas sujas de areia.

Suponhamos que, num determinado dia, havia 99 macacos na ilha de Koshima que já tinham aprendido a lavar as batatas e que nesse dia, um centésimo macaco o aprendeu.

E então aconteceu!!!

A partir daquela tarde todos os macacos na tribo, sem excepção, começaram a lavar as batatas antes de as comer.

A energia agregada deste centésimo macaco CRIOU um novo comportamento.
Mas a coisa mais surpreendente observada pelos cientistas foi o facto de o hábito de lavar batatas ter, então, ultrapassado o mar e as colónias de macacos noutras ilhas terem a partir de então começado também a lavar as suas batatas.

A mudança acontece quando um certo número crítico atinge determinada consciência…

O exacto número poder variar mas, o fenómeno do centésimo macaco significa que quando apenas um número limitado de pessoas conhece um novo caminho, parece não haver saída… Mas há um ponto no qual, basta que somente mais uma pessoa adquira a nova consciência, para que o ambiente seja tão fortalecido que esta consciência cresce e pode abranger todos, mudando o mundo!

Um de nós PODE SER o centésimo macaco!

in link: http://www.ordemfarmaceuticos.pt/scid/ofWebInst_09/defaultArticleViewOne.asp?categoryID=1947&articleID=3148

Sem comentários:

Enviar um comentário